dia de visita


vi as folhas da árvore vermelhando
os ossos secos esmigalhados
e os farelos do pacote
                                     já vazio

vi o quinto dos infernos
                                    o quarto revirado

e vi você saindo, levando todos os espelhos da casa...


hoje, no poslúdio da chuva, 3 cores faltaram ao arco-íris.
e pro jantar: seleta e sopa de lentilhas.

recebo a poesia.



e ela vem de sombra nos olhos, unhas e boca pintadas.



 

Um comentário:

  1. Hola Rafa, publiquei este poema teu Dia da visita... con Rafa Carvalho

    http://www.realidadecero.com/2013/08/realidade-cero-con-rafa-carvalho.html

    Aquí podes velo, un placer, espero que te guste a idea.

    ResponderExcluir

graças pela partilha!

licença creative commons
este trabalho de rafa carvalho, foi licenciado com uma licença creative commons - atribuição - não comercial - compartilha igual 3.0 não adaptada.