solstício de mim


ando meio escasso dos sossegos
percorrido de amores, as flores me cheiram.
corro muito sossegado da escassez
pernoitado das primaveras, em gineceus que me deitam.
eu anoiteço mesmo nas manhãs,
todo sonhado de tardes quentes azuis
e tenho nos olhos crepúsculos, quando desperto...


                                                                 ...assim, pleno de lua
                                                     – me lavo, me love, me leva –
                                        e é quando as madrugadas me gozam



4 comentários:

  1. elas nos gozam mesmo é com os olhos abertos...

    aproveitando essa 'dinâmica botânica' quero saber se os girassóis estão abrindo!

    ResponderExcluir
  2. Respostas
    1. eita! evoé, franelas! meu caro!
      ...e com-versemos, pois!

      abraço forte!

      Excluir

graças pela partilha!

licença creative commons
este trabalho de rafa carvalho, foi licenciado com uma licença creative commons - atribuição - não comercial - compartilha igual 3.0 não adaptada.