ultra violeta


.
se o mundo todo roxeasse
eu seria mais verdejante que o céu de outono
só pra te alaranjar todinha de sonhos
e tudo ser azulejo pra nós
.
.
.

6 comentários:

  1. Amei, Lindooooo lindooooo!

    ResponderExcluir
  2. cores secundárias de um primário amor.
    belas imagens vêm à mente: uma brisa com gosto de sal, verão, e as fitinhas de salvador.

    ResponderExcluir
  3. Rafa, me passa a receita pra viver de poesia. Suas palavras me encantam! Preciso trocar meus óculos, colocar grau pra enxergar o lirismo do dia-a-dia.
    Me esqueci e fui esquecida por ela. Fatiada, mastigada, engolida pela poesia...

    Só ficou memória...

    ResponderExcluir
  4. Amora!

    Saudades GRANDES aqui!

    É... a poesia bem que gosta de fatiar, mastigar e engolir a gente... Não é uma delícia!?

    Sobre os óculos, é só usá-los do avesso!

    Sua presença me encanta, moça! Sua poesia também! Seja sempre mais que bem-vinda aqui, em mim, e bom apetite pra gente... e pra ela!

    Sopros de cá!

    ResponderExcluir
  5. Que lindo!!!
    Como palavras tão simples podem me fazer tão bem!!
    Adorei!! Mistura de cores, entrega, alegria!

    Beijos!!!

    T.

    ResponderExcluir

graças pela partilha!

licença creative commons
este trabalho de rafa carvalho, foi licenciado com uma licença creative commons - atribuição - não comercial - compartilha igual 3.0 não adaptada.