VISTO REDENTOR


.
.
vidamorte





morramos
juntos,abra
çados  e  fa
zendo amor
morramos,  assim,  encaixados.   sem   fronteiras
entre o  meu e  o seu. e  que  o fogo  nos  queime
em  uma única  chama. e  que nossas  cinzas  se
confundam como nós. morramos livres do arrepen
dimento.feliz
es e satisfei
tos e plenos
eu com  120
cê com  117
em     bodas
de   já   nem
se sabe, mo
rramos. mor
ramos  ao d
escanso cur
to. e ali mar
camos   nos
so   próximo
ponto  de en
contro.até lá
vivamos
e seja na terra
o nosso eterno namoro
.
.
.
.

7 comentários:

  1. Combinado!hehe

    Brincadeira nêgo!

    Lindo...como vc!

    bjs

    ResponderExcluir
  2. Num filme está dito que a morte é um problema filosófico e que é possível ver vida e morte como duas coisas diferentes e não dois lados de uma mesma coisa...Mas, seja como for, "vivamos e seja na terra nosso eterno namoro", com tudo. Abraço, Fê.

    ResponderExcluir
  3. vai ver, a vida é "apenas" outro problema filosófico... vai ver lados e coisas dão na mesma... vai ver uma e duas também... vai ver nada aí faça diferença... seja como for, meu abraço, fê!

    ResponderExcluir
  4. se você tirar um r e deixar "moramos", fica legal também.
    opa, um coração a mais é sempre bom nesse verão que não esquenta ninguém.

    ResponderExcluir
  5. Suas palavras estão mais vivas que nunca, Rafa. Agora, criam forma. Foi você que deixou ou elas que fugiram pr'ali?

    Ao descanso curto, num próximo encontro marcado, vivamos!

    ResponderExcluir
  6. Lindo, Rafa!
    E..romântico!! :-)
    Bjos, querido*

    ResponderExcluir

graças pela partilha!

licença creative commons
este trabalho de rafa carvalho, foi licenciado com uma licença creative commons - atribuição - não comercial - compartilha igual 3.0 não adaptada.