à menina dos olhos...



azuis

moça dos olhos azuis,
que cor tem o seu vestido de hoje?
o tom que lhe veste estampa minha colcha de palavras
re-ta-lha-das,
a fronha onde deito minhas visões.
a rede com que pesco meus sonhos
- e em que os ponho pra ninar -
balança no arco de céu em céu
em seu olhar.

azuis...

hoje, moça, que cor têm as suas unhas?
que me estampam em pele
a sua colcha de palavras
re-ta-lha-das,
que me esculpem o tom de seus sussurros
e que me escrevem, nas costas e peito, essas cartas viscerais.
que cor tem hoje a sua aura, moça?
que lhe veste além do vestido...
e aquém dele, o que lhe veste?
que cor tem hoje, moça, seu íntimo,
que cor lhe esconde esse infinito
descoberto na alma que habita esse azul?
.
.
.

2 comentários:

  1. Lindíssimo Rafa!

    Suas palavras, vez ou outra, me trazem lembranças...acho engraçado isso...

    ResponderExcluir
  2. Rafa que lindeza menino...
    Estou completamente apaixonada pela forma livre que você escreve.


    bjs de ca!!

    inté

    ResponderExcluir

graças pela partilha!

licença creative commons
este trabalho de rafa carvalho, foi licenciado com uma licença creative commons - atribuição - não comercial - compartilha igual 3.0 não adaptada.